Apoio ao empreendedor
Pessoas no centro: business to people  |  Login/Cadastre-se

Blog você está em: home / Blog

A Inteligência em Negócios no dia a dia das empresas. Por que não?

A Inteligência em Negócios no dia a dia das empresas. Por que não?
1 Jan 17

Última alteração - 11/07/2017 16:48:41

Como amplamente divulgado pela mídia brasileira especializada, a nossa economia começa a dar sinais para sair da recessão. Economistas apontam que o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro pode voltar ao patamar positivo em 2017 e 2018. Há analistas que falam em um crescimento de 0,6% e outros de números entre 1% e 2% para o próximo ano e, para 2018, temos projeções que vão de 2% a 4%.

Isso dependerá principalmente do êxito ou não no ajuste das contas públicas nos próximos anos, de como será o comportamento das taxas de juros internas e das demandas externas, pois a economia global e o comércio internacional dão sinais de fraco crescimento.

O cenário nos dá uma sensação de que estamos saindo de uma grande tempestade, porém ainda com bastante neblina à frente! Isso nos sugere progredir com cautela,e que estejamos muito vigilantes na caminhada. No entanto, seguir em frente é preciso!

E quanto aos nossos clientes e consumidores, será que em um cenário assim estão eles dispostos a pagar por aquilo que achamos justo para os nossos produtos e serviços? Será que eles realmente não têm como desembolsar o valor pedido? Ou será que eles têm o dinheiro, mas estão em dúvida se vale a pena pagar tal preço ou não?

Qual é o real valor percebido pelo cliente ou consumidor a respeito daquilo que lhes oferecemos? Como podemos lhes apresentar um preço sem antes termos uma boa certeza de que o nosso produto ou serviço traz benefícios para eles, atende à sua necessidade ou desejo, ou ainda resolve o seu problema? Como fazer isso?

 

Olhar para dentro e para fora da empresa

É preciso olharmos para dentro da empresa e vermos o que de fato temos a oferecer ao mercado e, ao mesmo tempo, olhar para fora, para cada cliente, pessoa física ou jurídica, e nos darmos conta do que realmente eles estão nos pedindo. Será que estamos realmente atentos a isso?

A Inteligência em Negócios é o que nos permite integrar as necessidades, desejos ou problemas dos nossos clientes com uma solução que os atenda com base em nossos produtos e serviços. O diálogo é a saída!

Na cultura romana, o Deus Jano, em latim Janus, era considerado o deus das mudanças e transições, aquele com poder sobre os inícios. Ele olha para o que passou e o que estar por vir. Assim como ele, precisamos fazer uma boa ponte entre o mercado e a nossa empresa, entre nossa clientela e aquilo que temos a oferecer-lhe. É necessário estabelecer uma conexão sólida, um fluxo de mão dupla, um dar e receber que atenda efetivamente a ambos os interesses e seja capaz de uma construção colaborativa e resistente ao tempo e às intempéries, promovendo a sustentabilidade do nosso negócio e dos clientes, com crescimento e prosperidade para a empresa e para o mercado.

As tendências da nova economia ganham corpo dessa forma: com transparência e ética nas relações, conciliando e integrando interesses e promovendo o progresso sustentável para todos os envolvidos. Olhe para dentro da sua empresa, veja quais são de fato as características e vantagens dos seus produtos e serviços e o que eles têm a oferecer de benefícios a seus clientes!

Observe o lado de fora, converse, dialogue com cada cliente, conheça cada um em bases pessoais, verifique o que eles realmente anseiam para atender suas necessidades ou resolver seus problemas, desde escolher um simples presente para uma pessoa querida até resolver um problema do seu negócio ou da companhia onde trabalha.

Construa a ponte e faça você mesmo a retomada dos bons tempos para seu negócio, para a sua empresa!

Kleber Grasso é engenheiro e sócio da e2d, empresa especialista em desenvolvimento empresarial, por meio de soluções em prospecção e comercialização de produtos e serviços de alto valor agregado. http://e2d.com.br/